Bombeiros fecham salão e interrompem formatura em MG

Alegação é que local não tinha autorização para funcionar; convidados tiveram de sair no meio da festa e salão foi lacrado

Rene Moreira, Especial para O Estado

04 Fevereiro 2013 | 13h06

FRANCA - A tragédia na boate em Santa Maria, no sul do país, continua refletindo na fiscalização em vários locais do Brasil. Em Frutal, no Triângulo Mineiro, bombeiros interromperam uma festa de formatura no meio sob a alegação de que o salão não tinha licença para funcionar.
 
Os alunos, familiares e convidados tiveram de deixar o local, ao mesmo tempo em que quem chegava era barrado na porta. A formatura era do curso de administração da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG). Com o apoio da Polícia Militar, os bombeiros lacraram o local na noite de sábado, 2.
 
Carnaval. Já em Franca, no interior de São Paulo, foi suspenso o baile de escolha da rainha do carnaval, que ocorreria também na noite de sábado, por problemas no local do evento. Ele aconteceria no clube da Associação dos Servidores, que acabou interditado por falta de alvará. A União das Escolas de Samba remarcou o baile para esta quarta-feira, 6, em outro local.

Mais conteúdo sobre:
bombeiros, formatura, frutal

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.