Bombeiros localizam dois levados por enxurrada

Bombeiros localizaram ontem os corpos de duas das cinco pessoas que ficaram desaparecidas na noite de quarta-feira durante um temporal que atingiu a zona rural do município de São Sebastião do Rio Preto, região central de Minas Gerais, a 167 quilômetros de Belo Horizonte. As vítimas foram arrastadas por uma forte correnteza quando tentavam atravessar uma ponte sobre um córrego que deságua no Rio Preto. Os militares localizaram os corpos de Geraldo da Silva Araújo, de 38 anos, e de Imária Marinho Ferreira, de 18 anos. Os corpos foram localizados a cerca de cinco quilômetros de distância do lugar onde as vítimas foram levadas pelas águas Outras três jovens, Kelly Marly dos Santos Silva, de 12 anos, Daniele Marinho Ferreira, de 16, e Alessandra dos Santos Silva Oliveira, de 21, permaneciam desaparecidas até a noite de ontem. As vítimas faziam parte de um grupo de dez pessoas que retornava do perímetro urbano da cidade, a maioria alunos da Escola Estadual Odilon Behrens. Todas estavam em uma Kombi escolar, que trafegava por uma estrada de terra e, por causa da chuva, atolou no meio do caminho. Os ocupantes foram obrigados a descer e seguir o resto do trajeto a pé. Durante a travessia da ponte, cinco pessoas conseguiram se salvar. Ontem, mais de 20 homens do Corpo de Bombeiros, com o auxílio de um helicóptero, trabalhavam nas buscas, dificultadas pelas águas sujas e barrentas do córrego. NÚMEROSCom a confirmação de mais dois óbitos, subiu para 37 o número de pessoas que morreram em decorrência das chuvas que atingem Minas desde setembro de 2008, segundo a Defesa Civil estadual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.