Bombeiros localizam lancha que naufragou no Lago Paranoá, em Brasília

Busca pelas duas irmãs desaparecidas no acidente continuam e equipe irá se concentrar nas proximidades de onde embarcação foi encontrada

Priscila Trindade, do estadão.com.br

24 de maio de 2010 | 16h37

 

SÃO PAULO - O Corpo de Bombeiros encontrou na tarde desta segunda-feira, 24, a lancha que naufragou no Lago Paranoá, em Brasília, na madrugada de sábado, 22.

 

A busca pelas irmãs Liliane Queiroz de Lira, 18 anos, e Juliana Queiroz de Lira, 21 anos, desaparecidas no acidente continuam. A partir de agora, as buscas estão concentradas próximo ao local onde a embarcação foi encontrada.

 

A corporação, que localizou a lancha a 25 metros de profundidade, tenta trazer o barco para a superfície. A lancha foi encontrada por volta das 14h10. Ao menos 28 homens trabalham na ocorrência. A equipe utiliza três barcos, dois jet skis e um helicóptero.

 

Um grupo de dez pessoas que participava de uma festa em uma casa às margens do Lago Norte, foi fazer um passeio e, na volta, às 3h30, o barco afundou. O condutor e um passageiro conseguiram se salvar nadando até as margens do Lago. Outras seis pessoas foram socorridas pelos bombeiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.