Bombeiros resgatam corpo de engenheiro

Os bombeiros resgataram nesta quinta-feira, das águas do Rio Iguaçu, os corpos do engenheiro João Carlos Rombaldi, de 40 anos, e de um de seus filhos, não identificado até a tarde desta quinta.O engenheiro e os filhos João Carlos, 14 anos, e Diogo Vicente, 12, desapareceram na última segunda-feira, quando o barco em que navegavam foi tragado pelo vertedouro da Usina de Salto Osório, a 490 quilômetros de Curitiba. Os bombeiros continuam a procurar o outro desaparecido.O corpo do engenheiro foi encontrado nesta quinta pela manhã por seguranças da Centrais Geradoras do Sul do Brasil (Gerasul), boiando em local um pouco distante do vertedouro. O de seu filho foi retirado no início da tarde pelos bombeiros, quando também boiava próximo de onde estivera o corpo do pai. Segundo o tenente Odair Gouveia, que coordena a equipe de resgate, os corpos estavam desfigurados em razão dos impactos sofridos. Eles estavam sendo levados na tarde desta quinta-feira para o Instituto Médico Legal de Cascavel.Os três tinham saído para passear com o barco segunda-feira e chegaram perto do vertedouro, onde o motor da embarcação apresentou problemas. O engenheiro jogou uma corda para o vigia da usina, mas ela arrebentou pela força da água. O barco foi arrastado pela correnteza e caiu de uma altura de 40 metros depois de passar pelo vertedouro. O engenheiro deixa a mulher e mais um filho, gêmeo de Diogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.