Bombeiros terminam varredura em supermercado

O Corpo de Bombeiros terminou há pouco a varredura no prédio do Hipermercado Extra, em São Caetano do Sul, cujo teto desabou na tarde de hoje. Segundo o comandante geral da Polícia Militar (PM) no Estado de São Paulo, coronel Walter Ferrari, não existem mais vítimas no local.Segundo ele, foram atendidas 14 vítimas antes da chegada do Corpo de Bombeiros e seis após a chega dos homens da corporação. Nenhuma vítima grave foi registrada entre os feridos. De acordo com ele, 180 homens e 30 viaturas foram mobilizadas para atender a ocorrência, incluindo 30 homens e 10 viaturas que foram enviadas como reforço de São Paulo. Apenas um carro de bombeiros vai permanecer à noite no local, para prevenir eventuais acidentes, como um incêndio. Cerca de 4 mil metros quadrados de teto, de um total de 30 mil metros quadrados, desabaram, segundo o coronel. De acordo com ele, o teto não desabou de uma só vez e as prateleiras e gôndolas ajudaram a minimizar os efeitos da queda nas pessoas que estavam no local. Conforme o coronel, o acidente não teve piores conseqüências porque poucas pessoas estavam no prédio.Ferrari diz que ainda não sabe as causas da queda do teto, mas acredita que as fortes chuvas que caíram na região nesta tarde contribuíram para o desabamento, ao provocar uma sobrecarga no local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.