Bope faz incursão no Morro do Andaraí para instalação de UPP

Cerca de 80 homens participam da ação, que faz parte do cronograma para instalar UPPs nas principais comunidades da Grande Tijuca

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

11 de junho de 2010 | 09h24

 

 

SÃO PAULO - O Batalhão de Operações Especiais (Bope) realiza na manhã desta sexta-feira, 11, uma grande incursão, com cerca de 80 homens, no complexo de comunidades do Morro do Andaraí, no Rio.

 

Segundo a Polícia Militar, a ação faz parte da primeira das três fases do cronograma da Secretaria de Segurança do Estado para instalar uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) nas principais comunidades da Grande Tijuca.

 

A UPP vai cobrir seis pequenas localidades do Morro do Andaraí: Nova Divinéia, João Paulo II, Juscelino Kubitschek, Jamelão, Morro Santo Agostinho e Arrelia. Cerca de 10 mil pessoas moram na região.

 

Por questões operacionais, a Secretaria de Segurança vai desmembrar a UPP do Borel em duas. O Morro da Formiga terá sede e comando próprios até o início de julho. Assim sendo, com a futura UPP do Morro do Andaraí, o projeto passará a contar oficialmente com 10 sedes, 26 comunidades e 150 mil pessoas atingidas diretamente, sem contar os entornos.

 

Tudo o que sabemos sobre:
RioBopeUPPsocupaçãofavela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.