Bope faz segundo dia de operação contra o tráfico de drogas em Angra dos Reis 

Policiais apreenderam dois fuzis na comunidade Parque Belém

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

24 Agosto 2018 | 09h53

Policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) realizam nesta sexta-feira, 24, o segundo dia de operação em Angra dos Reis, na Costa Verde, no Rio, para combater o tráfico de drogas na região.

Na noite desta quinta-feira, 23, os policiais cercaram a comunidade do Parque Belém. Assim que chegaram ao local, criminosos teriam atirado contra os militares. Houve confronto e na ação dois bandidos ficaram feridos. Eles foram levados para o Hospital de Japuíba.

Com eles, os agentes encontraram um fuzil calibre AK 47 e um fuzil FAL 7.62 e grande quantidade de droga. Dois policiais ficaram feridos sem gravidade. Policiais do Bope vão permanecer em Angra dos Reis por tempo indeterminado.

O prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, esteve em Brasília nesta quarta-feira, 22, e se encontrou com autoridades para pedir reforço ao combate à criminalidade no município. Na terça-feira, 21, o prefeito decretou estado de emergência na Segurança Pública de Angra dos Reis.

Fernando Jordão também solicitou apoio aos prefeitos das cidades de Paraty, Mangaratiba e Rio Claro. A ideia do prefeito é de que nos municípios vizinhos sejam implantadas barreiras da Força Nacional nos limites entre os estados: Paraty - barreira entre os estados do Rio e São Paulo; Mangaratiba - barreira no limite entre Mangaratiba e Itaguaí; Rio Claro - barreira na entrada e saída da RJ-155 (Interligação Via-Dutra); Angra dos Reis - barreira na altura de Garatucaia e Parque Mambucaba, além de reforço na entrada das usinas nucleares e Tebig.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.