Borracheiro fica 58 dias preso, mas era inocente

Um borracheiro do município de Carmópolis, a 47 quilômetros de Aracaju (SE), passou dois meses preso sem ter cometido qualquer crime. Ele foi vítima de várias coincidências. Segundo a TV Globo, José Sebastião da Silva tem o mesmo nome de um bandido que matou uma pessoa em Pernambuco, foi condenado e fugiu do presídio onde cumpria a pena. A polícia expediu um mandado de busca para todas as delegacias do Nordeste e o barracheiro foi preso. Ele e o bandido têm a mesma idade e os pais dos dois têm nomes iguais. Com tudo isso, a polícia não acreditou quando Silva disse ser inocente.Durante os 58 dias em que ficou preso, Silva perdeu o emprego, a família não conseguiu pagar o alguel e foi despejada e obrigada a morar na casa de parentes. Silva só provou a inocência após o advogado pedir a comparação das imprensões digitais. O resultado chegou e o borracheiro foi solto nesta madrugada. "A humilhação é grande", comentou ele. O advogado informou que entrará com ação indenizatória contra o Estado de Sergipe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.