Borracheiro que matou ex-mulher é indiciado por homicídio

Fábio Willian da Silva assassinou cabeleireira dentro de salão, em BH; pena poderá ser de 12 a 30 anos de prisão

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

29 Janeiro 2010 | 17h58

O borracheiro Fábio Willian da Silva Soares, de 30 anos, que matou a ex-mulher em Belo Horizonte foi indiciado nesta sexta-feira, 29, por homicídio qualificado, segundo informou a Polícia Civil.

 

Soares matou a tiros a ex-mulher, a cabeleireira Maria Islaine de Morais, de 31 anos, dentro do salão de beleza onde ela trabalhava, na zona norte de Belo Horizonte, no último dia 20. O crime foi filmado pelo circuito interno de segurança do local.

 

O borracheiro está na Penitenciária Dutra Ladeira, no município de Ribeirão das Neves, na região Metropolitana. Soares pode ficar na cadeia de 12 a 30 anos.

Mais conteúdo sobre:
Belo Horizonte

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.