Brasil pede extradição de Hosmany à Islândia

O governo brasileiro enviou à Islândia pedido de extradição do ex-cirurgião plástico Hosmany Ramos, foragido no País. Ele está preso desde a semana passada na Europa e foi condenado a 15 dias de detenção por ter usado o passaporte do irmão ao entrar na Islândia. O secretário nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior, enviou os documentos necessários para a Islândia. Como o Brasil não tem tratado de extradição com a Islândia, o pedido é baseado no princípio da reciprocidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.