Brasil terá padrão para combate a seqüestros e homicídios

A polícia brasileira terá um modelo único para atuar no combate a crimes como seqüestro e homicídios em todo o País, segundo informou a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça. Para implantar o procedimento unificado, seminários serão realizados em São Paulo, entre os dias 10 e 12 de maio, e no Rio de Janeiro, entre 17 e 19 de maio.O objetivo dos eventos é debater técnicas e procedimentos já adotados nas organizações policiais do Brasil e do mundo. Agentes do Federal Bureau of Investigation (FBI), dos Estados Unidos, participarão dos seminários. Modelo UnificadoAtualmente, as polícias de cada Estado adotam procedimentos próprios no combate e esses dois crimes, o que, para o Senasp, dificulta a implementação de uma política padronizada.Para estabelecer o modelo unificado, o Serviço de Inteligência da Senasp desenvolverá uma matriz curricular que será adotada já a partir deste ano pelos centros de formação e treinamento de policiais, principalmente na Polícia Civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.