Brasileira acusada de prostituição é presa em Frankfurt

A polícia alemã prendeu na noite desta quinta-feira, 29, uma prostituta brasileira em uma operação realizada em um bordel de Frankfurt (oeste da Alemanha).A operação faz parte de medidas da polícia alemã para combater o tráfego de pessoas e a prostituição forçada durante a Copa do Mundo.No momento da operação, o bordel tinha 30 mulheres, das quais seis foram detidas, informou a Polícia de Frankfurt em um comunicado. Havia uma brasileira entre as prostitutas, que foram presas por estarem ilegalmente no país. Entretanto, a polícia não suspeita que as mulheres estivessem sendo forçadas a se prostituir.Antes do início da Copa aconteceu na Europa um debate sobre se a competição ia ou não aumentar a prostituição forçada na Alemanha. Existia a expectativa de que as máfias iam trazer do leste europeu 40 mil prostitutas forçadas para a Alemanha, país onde 400 mil mulheres exercem legalmente a prostituição. Por enquanto, não foi detectado nenhum caso de prostituição forçada desde o início do Mundial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.