Brasileira de 12 anos é atropelada e fica em coma nos EUA

Tainá saiu do coma três dias após o acidente, mas continua internada; motorista será julgada por negligência

Solange Spigliatti, do estadao.com.br ,

19 de setembro de 2008 | 11h37

A brasileira Tainá Cechinel, de 12 anos, foi atropelada no último dia 8 na cidade de Fall River, em Massachussetts, nos Estados Unidos. A menina ainda está internada no Hospital Hasbro Childrens, após ficar três dias em coma, devido ao acidente. Tainá continua sem falar e seu estado de saúde é estável, segundo Jorge Checinel, tio da garota.  "Até ontem ela ainda usava colete cervical para não se mexer", explica Jorge, "a batida na cabeça foi muito forte e tiveram que fazer um furo para evitar a pressão no cérebro", conclui. A menina foi atropelada quando se dirigia a um mercado a pedido da mãe, junto com a irmã Yananda, de 3 anos, e uma amiga, também de 12 anos. De acordo com Jorge, um veículo parou para que as crianças atravessassem na faixa de pedestres, mas no outro sentido veio outro carro que atingiu as três. A motorista Elizabeth Peixoto, de 24 anos, que segundo o tio é americana, dirigia em alta velocidade com carteira de habilitação vencida e o veículo com placa fria. Apenas Tainá sofreu ferimentos graves. De acordo com o tio, Tainá fraturou as pernas e o crânio. "A irmã dela e a amiga tiveram apenas arranhões e foram liberadas no mesmo dia."  Segundo matéria divulgada no jornal americano The Herald News, a motorista está sendo processada por "dirigir de maneira negligente e com um carro sem seguro". A motorista será julgada no próximo dia 3, segundo informações do tio da menina.

Tudo o que sabemos sobre:
brasileira nos EUAatropelamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.