Brasileira é assassinada em Verona

A brasileira Luciana Lino de Jesus, de 28 anos, foi morta por estrangulamento em Verona, na Itália. A família de Luciana, que vive em Goiânia, contou que o corpo foi encontrado no último sábado, pelo menos uma semana depois de sua morte, no apartamento em que ela vivia. O corpo só deve chegar ao Brasil em 15 dias. Luciana vivia há cinco meses na Europa e estava com a passagem de volta ao Brasil comprada. Na Itália, ela trabalhou como recepcionista e garçonete. Luciana disse à família que tinha juntado dinheiro para comprar uma casa para sua mãe em Goiânia. Este era o sonho dela contam os parentes. Ela era solteira e tinha um filho, que vivia com o pai em Goiânia.A polícia da Itália suspeita que a brasileira tenha sido assassinada por assaltantes, que levaram dinheiro, roupas e objetos pessoais de Luciana. A última vez em que ela fez contato com os parentes foi há dez dias, quando informou que voltaria ao Brasil no dia 17 de março.A família não tem dinheiro para bancar as despesas de traslado do corpo. "Não tenho R$ 16 mil para trazer o caixão, toda a minha renda era o dinheiro que minha filha mandava da Itália", contou a mãe de Luciana. A assessoria internacional do governo estadual de Goiás já iniciou contatos com o consulado brasileiro em Milão, pedindo que a embaixada assuma as despesas e providencie o traslado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.