Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Brasileira operada no Peru após recusa de seguro chega ao Rio nesta quinta

Seguro-viagem havia recusado o traslado para o Brasil em UTI aérea, até que a família provasse que a doença não era pré-existente

Marcelo Gomes, O Estado de S. Paulo

19 Setembro 2013 | 15h00

RIO - A arquiteta brasileira Natália Duffles, de 32 anos, operada às pressas de um tumor no cérebro no Peru, chegará ao Rio de Janeiro no fim da noite desta quinta-feira, 19. O avião partirá de Cuzco, estará equipado com uma UTI móvel, e será custeado pelo seguro-viagem contratado por Natália antes da viagem, segundo a família.

Ela será acompanhada no voo por seu pai, Celso Brito. A chegada ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, está prevista para as 23h30. Do aeroporto, a arquiteta será transferida de ambulância ao Instituto Estadual do Cérebro, no centro da cidade. A mãe de Natália, Márcia Duffles, que também está no Peru, retornará ao Brasil na madrugada desta sexta, 20, num voo de carreira.

Natália passava férias no Peru, quando sentiu-se mal, foi hospitalizada e recebeu o diagnóstico de um tumor na região frontal do cérebro. O seguro-viagem contratado pela arquiteta recusou o traslado para o Brasil em UTI aérea, até que a família provasse que a doença não era pré-existente. Natália precisou ser operada na última quinta-feira, 12, seis dias depois de ter sido internada.

A jornalista Bárbara Duffles, irmã de Natália, disse que os médicos do Hospital Mac Salud, em Cuzco, autorizaram a viagem após a arquiteta apresentar melhoras em seu quadro clínico. "Ela já está se alimentando normalmente, não precisa mais de sonda. Além disso, já movimenta braços e pernas, e entende tudo o que meus pais falam com ela. Só está evitando falar por orientação médica, mas graças a Deus o pior já passou", comemorou Bárbara.

Natália contratou o seguro de viagem do cartão de crédito Visa Platinum, que repassa o serviço para a AXA Assistance. A Visa informou que não comenta o caso em "respeito à privacidade do portador do cartão". A AXA Assistance foi procurada pelo Estado na última segunda-feira, 16, mas não se manifestou.

Mais conteúdo sobre:
seguro-viagemPeruRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.