Brasileiro acusado de roubo e sequestro é preso nos EUA

Willian Gomes da Lima entrou no país pelo México e foi localizado no endereço de sua carta de habilitação

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

11 de dezembro de 2009 | 07h54

O brasileiro Willian Gomes de Lima, acusado de roubo e sequestro, foi capturado na Flórida, nos Estados Unidos, por policiais da Organização Internacional de Polícia Criminal Americana (Interpol). A detenção ocorreu no início do mês passado, mas as informações só foram divulgadas na quinta-feira, 10.

 

Ele deve desembarcar nesta sexta-feira no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, de acordo com informações da polícia. O acusado possui sete anotações criminais pelos crimes de furto, agressão e extorsão mediante sequestro.

De acordo com o delegado Marcos Reimão, Willian foi preso em flagrante no ano de 1998 pelo sequestro de Roberto de Brito Brandão. Depois, foi encaminhado para a carceragem do 26ª Distrito Policial (DP), de Todos os Santos, de onde fugiu com outros presos. Na ocasião, um policial foi assassinado.

A Polícia apurou que, no início do ano de 2001, Willian saiu do Estado de Goiás e ingressou ilegalmente, pelo México, nos Estados Unidos. Lá se estabeleceu em New Jersey, onde sua irmã, Aline Gomes de Lima, 30 anos, residia. Sua companheira, Meg da Cunha Araújo, e seus dois filhos foram ao encontro dele logo em seguida.

 

Os policiais enviaram o mandado de prisão, fotos e outros documentos para que a Interpol iniciasse as buscas para a prisão de Willian.

 

Nos Estados Unidos, Willian estava trabalhando ilegalmente e havia tirado habilitação para dirigir na Flórida em 2005, fornecendo endereço em Orlando, onde foi localizado pelos agentes norte-americanos.

Tudo o que sabemos sobre:
crimesequestradorcariocaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.