Brasileiro admite crime para tentar reduzir pena nos EUA

O brasileiro Saul dos Reis Júnior, de 25 anos, acusado de estrangular uma menor americana que conheceu pela internet no ano passado, será sentenciado no dia 6 de maio na corte estadual de Danbury, em Connecticut.Na segunda-feira, num acordo com a promotoria e a fim de evitar pena maior se fosse levado a julgamento, Reis aceitou admitir a culpa pela morte da garota em troca de uma condenação de até 30 anos de prisão.Mas o juiz Patrick Carroll III, que preside o caso, advertiu o acusado de que ainda poderá condená-lo à pena máxima, de 50 anos.Reis enfrenta outro processo na Justiça federal, respondendo a duas acusações de usar a internet para ter relações com menores: uma para seduzir Christina Long, de 13 anos, que estrangulou em maio do ano passado, e outra por seduzir outra menor, não identificada a pedido da promotoria, que ele também teria conhecido pela internet em 1998.As audiências para o julgamento desse caso começam em abril. No mês passado, a mulher do brasileiro, Tatiana Reis, entrou com pedido de divórcio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.