Francis R. Malasig/EFE/Arquivo
Francis R. Malasig/EFE/Arquivo

Brasileiro é condenado a 10 anos de prisão por pedofilia na Itália

Elisandro dos Anjos Costa terá também que pagar multa de € 120 mil; ele foi detido em 2016 após tentar matar a mãe de uma vítima

O Estado de S.Paulo

07 Dezembro 2017 | 17h39

BOLONHA - O Tribunal de Bolonha, no norte da Itália, condenou nesta quinta-feira, 7, o brasileiro Elisandro dos Anjos Costa, de 40 anos, a 10 anos de prisão e pagamento de multa de € 120 mil pelo crime de pedofilia. A pena é até mais dura do que havia pedido a Procuradoria da República na cidade, que queria os mesmos 10 anos de cadeia, mas sanção de € 40 mil, três vezes menor.

+++ Defesa de arcebispo acusado de ocultar pedofilia alega Alzheimer

Morador de Reggio Emilia, Costa foi sentenciado por manter relações sexuais com menores de idade e armazenar material de pornografia infantil. Ele foi preso no verão de 2016, após ter tentado matar a facadas a mãe de um de seus alvos.

+++ Homem é espancado após beijar bebê no colo da mãe em Ourinhos

Em seguida, no âmbito de um inquérito chamado "Inocência Perdida", a Arma dos Carabineiros descobriu que o brasileiro havia levado vários meninos para sua casa. Costa se vestia de mulher e atirava cédulas de dinheiro da janela para atrair crianças e adolescentes.

+++ Megaoperação contra pedofilia prende 108 em 24 Estados e no DF

Na abertura do processo, ele disse estar "envergonhado" e "muito arrependido", ressaltando que cometera os crimes porque se sentia "sozinho". Anteriormente, Costa já havia sido condenado a 17 anos de prisão pela tentativa de homicídio. /ANSA

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.