ImagoAnimae/Wikimedia
ImagoAnimae/Wikimedia

Brasileiro é preso na Itália por tentar estrangular taxista para não pagar corrida

Suspeito vive ilegalmente no país europeu e foi detido em estado de 'alteração psicofísica' após agredir também policiais

O Estado de S.Paulo

17 de maio de 2017 | 19h09

TERNI - Um brasileiro de 37 anos foi preso no último fim de semana na cidade de Terni, na região da Úmbria, no centro da Itália, após ter tentado estrangular um taxista para não pagar a corrida. O suspeito, que vive ilegalmente no país europeu e não tem residência fixa, foi capturado em estado de "alteração psicofísica" e ainda agrediu policiais.

O brasileiro, cujo nome não foi divulgado, é praticante de artes marciais e responderá por lesões e resistência a agentes públicos.

O caso aconteceu na região central de Terni, quando o agressor se recusou a pagar o taxista e o atingiu com um soco no nariz. Em seguida, tentou estrangulá-lo.

Segundo os investigadores, o brasileiro já havia sido expulso das cidades italianas de Turim e Pádua, em 2012, por acusações de falsificação. /ANSA

Mais conteúdo sobre:
Itália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.