Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Brasileiro preso na Tailândia testa positivo para covid-19, diz advogado

Jordi Beffa vai cumprir quarentena em isolamento até quinta-feira; família segue sem contato com o jovem desde que foi preso em 14 de fevereiro

Victor Faria, Especial para o Estadão

08 de março de 2022 | 22h06

MARINGÁ - A expectativa da família de Jordi Beffa de conversar com o jovem na semana passada foi frustrada. O jovem de 24 anos, preso no último dia 14 de fevereiro na Tailândia acusado de tráfico de cocaína, testou positivo para a covid-19, no dia 28 de fevereiro, o que impossibilitou o primeiro contato com a família desde a prisão.

Beffa está imunizado com duas doses da vacina contra a covid-19. Segundo a defesa do jovem, não foi ainda divulgado o estado de saúde dele. Isso motivou o advogado Petrônio Cardoso a solicitar informações para a embaixada do Brasil em Bangcoc, já que as autoridades locais ainda não repassaram os laudos médicos.

“As autoridades tailandesas não aquiesceram ao pedido formal da embaixada, feito no dia 24 de fevereiro, para obter autorização para contatar os brasileiros, por vídeo chamada ainda no período de quarentena. Na comunicação, o setor consular solicitou também ao departamento de polícia e à corte do presídio provincial de Samut Prakan que seja enviada à embaixada registro formal detalhado sobre a situação dos detidos brasileiros, especialmente sobre suas condições de saúde”, diz o documento enviado.

Isolado desde que foi preso, a defesa do jovem não sabe explicar como ele foi contaminado pela doença, já que cumpriu o período de isolamento imposto pelas autoridades tailandesas desde que desembarcou no país.

Jordi e mais dois brasileiros (um homem e uma mulher) foram detidos no aeroporto com 15,5 quilos de cocaína nas bagagens.Se for enquadrado como traficante internacional, há risco de pena de morte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.