Brasileiro que teria assassinado sua noiva é preso na Espanha

Thiago da Silva, que admitiu ter degolado Tatiele de Sousa, também brasileira, teve prisão inafiançável

Efe,

21 de janeiro de 2008 | 19h28

O brasileiro Thiago da Silva, de 23 anos, acusado de assassinar sua noiva na última sexta-feira, 18, antes de tentar se suicidar, foi levado nesta segunda-feira, 21, para a prisão da cidade espanhola de Pamplona. A prisão de Silva ocorreu depois dele receber alta no hospital municipal da cidade. O detento, que admitiu ao juiz no dia seguinte aos fatos que havia degolado a jovem Tatiele de Sousa, também brasileira, foi levado à cadeia após a justiça espanhola determinar sua prisão, inafiançável.   Silva, que teria degolado Tatiele com seis facadas, ficará preso até que ocorra sua primeira audiência e julgamento. Ele será julgado pelo Juizado de Violência contra a Mulher. A vítima, natural da cidade de Posse, em Goiás, e o suposto assassino, nascido em Anápolis, interior de Goiás, trabalhavam em um clube de em Pamplona, na Espanha, onde Tatiele exercia serviços de prostituição. O casal estava ilegalmente no país e tinham ordem de extradição para o Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
brasileiro mata noiva na Espanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.