Brasileiro se alistou em Exército da Suíça

O número de estrangeiros que são pegos cometendo atos ilegais na Suíça não é uma novidade. Mas na semana passada, um brasileiro acabou se tornando notícia no país. Motivo: há um mês ele se juntou ao Exército suíço sem que ninguém percebesse que o soldado era estrangeiro.O governo suíço não revela a identidade do brasileiro, mas alerta que ele poderá ser preso por usar o uniforme da instituição suíça de forma ilegal e por haver mentido sua nacionalidade.No fim de janeiro, o brasileiro, que estaria em Genebra participando de um curso de informática, se apresentou ao batalhão em Genebra e recebeu um uniforme do serviço militar suíço. O ato somente foi descoberto quando o setor administrativo foi depositar seu salário, de 180 francos suíços, ou cerca de R$ 300, por dia.O Departamento de Assuntos Militares da Suíça garante que o brasileiro jamais recebeu uma arma e, assim que a fraude foi descoberta, ele foi excluído. Os motivos que levaram o rapaz a cometer o crime não estão claros. As autoridades de Genebra, porém, garantem que o rapaz já fez outras tentativas para conseguir uma arma na Suíça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.