Brasileiros estão retidos em aeroporto do Peru, diz agência

Cerca de 300 pessoas estariam presas devido proibição de voos da Peruvian Airlines

Juliane Freitas,

21 Agosto 2011 | 17h50

São Paulo - Brasileiros estariam entre os estrangeiros impedidos de voltarem a seus países no Aeroporto Internacional de Cuzco, informou na tarde deste domingo a Agência Brasil.

 

Cerca de 300 pessoas estariam presas no aeroporto peruano devido à medida do Ministério de Turismo e Comunicações do País que proíbe voos da companhia Peruvian Airlines.

 

Um comunicado oficial do ministério no último dia 18 alegou que a empresa apresenta problemas de segurança e, por isso, não pode voar. "Em salvaguarda da segurança e integridade dos passageiros, informamos que decidimos suspender temporariamente as operações da linha aérea Peruvian Air Line S.A", diz nota da última quinta-feira. Contatada, a Embaixada Brasileira no Peru não soube informar sobre o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.