Brasília terá sete dias de luto oficial pela morte de Niemeyer

'Brasília chora por Niemeyer o mesmo choro sentido e saudoso dos órfãos', afirmou o governador Agnelo Queiroz

Denise Madueño, O Estado de S.Paulo

06 Dezembro 2012 | 17h02

Brasília - O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, decretou luto oficial de sete dias em memória de Oscar Niemeyer. "Brasília chora por Niemeyer o mesmo choro sentido e saudoso dos órfãos", citou o governador. "Muito por mérito dele, nós, brasilienses, temos a graça de habitar uma cidade monumento patrimônio cultural da humanidade. Todos nós que amamos Brasília precisamos, neste momento, calar respeitosamente para nos despedirmos: vai com Deus, mestre Oscar", afirmou.

Para homenagear Niemeyer, Agnelo anunciou a execução de novos projetos no DF, como uma ponte na região do Lago Norte e uma praça no entorno da torre de TV digital (apelidada de "Flor do Cerrado", essa torre foi o último projeto do arquiteto em Brasília). "Brasília ainda verá muitos projetos do nosso gênio", ressaltou o governador.

Mais conteúdo sobre:
Oscar Niemeyer Morte Voo Brasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.