Briga de presos termina com 5 mortos em Roraima

O sistema carcerário de Roraima enfrentou ontem à noite a primeira rebelião do ano, na Penitenciária Agrícola do Monte Cristo. A rebelião, que se iniciou por volta das 19 horas (hora de Boa Vista), deixou cinco presos mortos, que foram atacados pelos próprios detentos. O movimento agitou todos os 300 presos que cumprem penas no sistema, cuja capacidade é de 400 pessoas. Roraima é um dos raros exemplos de Estados brasileiros que não tem superpopulação carcerária.Viaturas e motocicletas da Polícia Militar patrulharam a área ao redor da penitenciária. Os policiais invadiram o presídio e contornaram a situação sem encontrar resistência. Os detentos mortos apresentavam perfurações pelo corpo e alguns foram degolados. Hoje de manhã, a polícia está na penitenciária promovendo o rescaldo do que aconteceu ontem à noite e deverá divulgar todas as causas do conflito. Dentre os cinco mortos, todos eram envolvidos em assalto a banco e homicídio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.