Briga entre casal de policiais termina em morte

A investigadora Márcia Panocc, funcionária da 4ª Delegacia Seccional Norte da capital, localizada sobre o 13º Distrito Policial da Casa Verde, está detida, desde às 23h30 de ontem, no 01º Distrito Policial de Guarulhos, na grande São Paulo. Ela foi presa em flagrante após matar, com um tiro, o próprio marido, o policial Sérgio Luiz da Silva, 42, do 24º Distrito Policial, de Ermelino Matarazzo, zona Leste da cidade.O crime ocorreu na avenida Guarulhos, na altura do nº 2.600, no bairro da Ponte Grande, em frente à Base Comunitária da 1ª Companhia do 15º Batalhão da Polícia Militar, em Guarulhos. Segundo os policiais militares que prenderam a investigadora, Márcia estava em seu Fiat Tipo preto e o policial no interior de um Renault Clio preto. O casal começou a discutir. Logo depois, a investigadora saiu do carro, em direção do marido. Ao se aproximar, ela sacou uma pistola calibre 45 e atirou contra Sérgio.Ferido na lateral esquerda do corpo, Sérgio foi socorrido no Pronto-socorro do Hospital Padre Bento, em Guarulhos, onde morreu. Os policiais militares ouviram os disparos, foram até a investigadora, que jogou a arma no chão e se entregou. Ela foi detida e levada ao plantão policial do 1º Distrito de Guarulhos, onde acabou indiciada por homicídio doloso. O motivo da discussão ainda não foi revelado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.