TryJimmy/Pixabay
TryJimmy/Pixabay

Briga entre facções deixa 2 mortos e 9 feridos em cadeia do Ceará

Detentos usaram arma de fogo durante confronto em unidade de Pentecoste; dois estão internados em estado grave

Carmen Pompeu, especial para o Estado

07 Março 2018 | 18h09

FORTALEZA - Um confronto entre facções rivais deixou dois detentos mortos e outros nove feridos na manhã desta quarta-feira, 7, na Cadeia Pública de Pentecoste, a 80 quilômetros de Fortaleza. Houve tiroteio. Moradores da cidade relataram que ouviram sons de disparos de armas de fogo. De acordo com a Polícia Militar, após o confronto, três armas de fogo foram apreendidas com os presos.

+++ Rebelião no Ceará mata 10 detentos 48 horas após chacina em forró

Com capacidade para 40 detentos, a unidade dispunha de 63 presos. Na tarde desta terça-feira, 6, havia sido feita uma vistoria na cadeia, quando foram apreendidos 13 celulares, 10 carregadores eletrônicos munições, cossocos e um instrumento semelhante a uma picareta.

+++ Após chacina em cadeia de Itapajé, presos são transferidos

Com estrutura precária e suportando quantidade de presos superior à capacidade, o caso é semelhante ao da Cadeia Pública de Itapajé, onde, no dia 29 de janeiro, dez detentos morreram também em decorrência de briga entre facções.

+++ Maior chacina do Ceará deixa 14 mortos na periferia de Fortaleza

De acordo com nota divulgada pela Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus), os dois detentos morreram a caminho do hospital. Dos nove feridos, dois deles tiveram ferimentos graves e foram transferidos para um hospital de uma cidade vizinha. Os demais receberam acompanhamento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e na própria cadeia. 

A Sejus não soube informar o que teria motivado a briga. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.