Briga entre policiais termina com tiros em Guararema

O registro de um boletim de ocorrência na delegacia de Guararema, a 75 km da Capital, terminou em confusão entre policiais militares e civis, neste domingo. Em meio à briga, um escrivão efetuou dois disparos para o alto. Por volta das três horas da madrugada, os PMs prenderam o vigia Enio da Silva de Oliveira, de 41 anos, quando ele roubava mercadorias da Escola Municipal Conceição Guimarães Souza. Ferido no pé, Oliveira foi levado para a delegacia, mas o caso não foi registrado. Os policiais encaminharam, então, o preso até a Santa Casa. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, horas depois, os policiais militares voltaram à delegacia e se depararam com policiais civis tentando apresentar a mesma ocorrência do roubo da escola. A discussão teve fim com os tiros do escrivão para o alto. Ninguém ficou ferido. A delegacia de Guararema instaurou um inquérito para investigar a atitude do escrivão, e a Delegacia Seccional de Mogi da Cruzes deve abrir uma sindicância administrativa.

Agencia Estado,

11 Fevereiro 2007 | 21h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.