Governo do Rio Grande do Sul/Divulgação
Governo do Rio Grande do Sul/Divulgação

Briga por som alto termina em uma morte e três feridos no RS

Homem de 57 anos discutiu com vizinhos, pegou uma arma em casa e efetuou duas séries de disparos; grávida está internada

Lucas Azevedo, Especial para o Estado

08 Setembro 2015 | 11h49

PORTO ALEGRE - Uma pessoa morreu e três ficaram feriadas, incluindo uma gestante, depois que, irritado com o som alto, um homem atacou seus vizinhos. O crime ocorreu na tarde deste domingo, 6, em Esteio, na região metropolitana de Porto Alegre.

O desentendimento teve início por volta das 14h, na Rua Guido Possamai, na região da Vila Ezequiel. Incomodado com o volume do som vindo dos alto-falantes de um veículo que passava pela sua casa, um homem de 57 anos iniciou uma discussão com o motorista do veículo. Ao presenciarem o ocorrido, dois irmãos, seus vizinhos, intercederam.

Irritado, o homem entrou em casa e retornou armado. Ele invadiu a residência ao lado da sua atrás dos irmãos e efetuou disparos, mas ninguém se feriu.

A confusão continuou quando, perto dali, frequentadores de um bar ouviram os estampidos e se aproximaram para tirar satisfação. O atirador, então, recarregou a arma e entrou no bar atirando. José Isidoro, 58, foi atingido na cabeça e morreu no local.

Os feridos são José do Amaral, que levou um tiro na nuca, Edison Rodrigues, que foi ferido à bala no braço, e a grávida Elsa Rodrigues, com um tiro no tórax. Os três foram conduzidos ao Hospital São Camilo, em Esteio, onde estão internados.

O atirador fugiu do local. Conforme a Polícia Civil, ele já possui antecedentes por tentativa de homicídio. Inconformados com o ocorrido, moradores da região invadiram para depredar e saquear a casa do suspeito, que deve ser indiciado por homicídio e cinco tentativas de homicídio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.