Briga termina em morte dentro de escola em SP

O estudante Wagner César de Carvalho, de 14 anos, morreu assassinado nesta terça-feira à tarde, dentro da escola pública "Professor Joaquim Ferreira Pedro", em Lorena, no Vale do Paraíba. Segundo informações da polícia civil, oestudante teria discutido com um colega de classe, que prometeu vingança.Os dois estudantes freqüentavam a 7ª série do Ensino Fundamental, e o crime aconteceu nafrente de outros alunos, no corredor das salas de aula.O delegado Wilson Stefan de Moraes, que investiga o caso, informou que a polícia foi até a casa do suspeito, o menor A.L.F., de 15 anos, mas ele não foi encontrado. "Ele continua foragido", disse. O delegado afirmou que o acusado saiu da sala de aula depois da discussão prometendo vingança. "Ele foi até sua casa, pegou uma arma, voltou para a escola e atirou."O aluno ferido na cabeça pelo tiro foi socorrido ainda com vida, mas morreu uma hora depois, no hospital. Ali, a família do estudante morto não quis falar com a imprensa. Segundo funcionários do hospital, os pais tiveram que ser sedados poisestavam em choque. Na escola ninguém soube informar os motivos da discussão.O crime chocou estudantes e pais de alunos. "Eu tenho medo. Vou pedir para mudar de escola", afirmou uma estudante da mesma classe, que preferiu não se identificar. A dona de casa Maria José de Souza disse que estava assustada com tanta violência. "A gente fica com muito medo. Não se sabe se as crianças vão voltar vivas da escola." Na Delegacia de Ensino em Guaratinguetá, responsável pelas escolas públicas deLorena, a informação era de que as aulas haviam sido suspensas nesta terça, masseriam retomadas nesta quarta-feira. O estudante será enterrado às 10 horas desta quarta, no cemitério municipal de Lorena.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.