Brigadeiro Kersul retira tudo o que disse à CPI

Um dia depois dizer que as informações das caixas-pretas do Airbus da tragédia de Congonhas são insuficientes para concluir que o acidente foi provocado por erro dos pilotos, o chefe do Centro de Investigação de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), brigadeiro Jorge Kersul Filho afirmou, nesta quinta-feira, que retira tudo o que disse à Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara dos Deputados, que investiga o Apagão Aéreo.   *Aguarde por mais informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.