Brincadeira com espingarda mata criança

Uma brincadeira com arma de fogo entre duas crianças causou a morte de Giorgio Renan Ernlund Metinoski, de 11 anos, na segunda-feira, em Curitiba.R.L.M., de 12 anos, disse que o tiro foi disparado quando a arma bateu em uma pilastra. Eles acreditavam que a arma, uma espingarda calibre 12, estava descarregada. O menino será acompanhado pelo Conselho Tutelar.A arma pertence ao avô de R.L.M., na casa de quem os meninos brincavam, quando a encontraram em cima de um armário. O proprietário da arma deverá responder a inquérito por homicídio culposo. A polícia vai investigar se houve negligência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.