Brinquedo que partiu e feriu 10 no PR era de fabricação caseira

'Kamikaze' partiu ao meio e despencou em parque de diversões; responsável pelo local não foi encontrado

Fabiana Marchezi , estadao.com.br

23 de março de 2009 | 12h14

O brinquedo "Kamikaze", que partiu ao meio e despencou no domingo, deixando ao menos dez feridos num parque de diversões de Castro, no Paraná, é de fabricação caseira, segundo informações preliminares da Polícia Civil. O caso está sendo investigado como lesão corporal. O responsável pelo parque ainda não foi encontrado.

 

Nesta segunda-feira, a polícia deve começar a ouvir as vítimas do acidente. Um adolescente de 15 anos continua internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Bom Jesus, em Ponta Grossa. Segundo boletim médico, Bruno Ramon Pereira sofreu traumatismos múltiplos, respira com auxílio de aparelhos e está em estado gravíssimo.

 

As outras nove pessoas que estavam no brinquedo foram levadas ao Hospital Ana Fiorilo Menarim, medicadas e liberadas.

Tudo o que sabemos sobre:
Paranáparque de diversõesacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.