Bronzeado saudável requer mais do que protetores solares

Chapéus, roupas adequadas, sombra e hidratação são ótimas medidas para proteger a pele durante o verão

Felipe Oda, do estadao.com.br,

18 de dezembro de 2008 | 16h22

Litoral, interior, praia ou piscina. Não importa onde você irá tomar sol, no verão, os cuidados com a pele devem aumentar. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), durante a estação estamos mais suscetíveis aos raios ultravioleta UVA e UVB - principais agentes do câncer de pele. Para garantir um bronzeado saudável, o Ministério da Ciência e Tecnologia oferece em seu site o "Índice Ultravioleta". A ferramenta indica aos usuários a incidência dos raios em cada região do País e os melhores horários para o banho de sol.   Veja também:  Dicas no Blog do Verão09   Fotos de banhistas aproveitando o verão     Professores desmentem os mitos de fim de ano   Copacabana terá como atração principal o show de Mart'nália     Além de conferir o nível de radiação, os banhistas devem tomar alguns cuidados que vão além da utilização dos protetores solares. "Chapéus, roupas adequadas, sombra e hidratação", sugere a dermatologista e Coordenadora da Campanha Contra o Câncer de Pele da SBD - Regional São Paulo, Selma Schuartz Cernea. A médica ressalta que as barracas e guarda-sóis de praia devem ser fabricados em algodão ou lona, pois absorvem até 50% da radiação ultravioleta. "Materiais como nylon não são confiáveis, porque 95% dos raios UV o ultrapassam".   Bloqueadores e protetores não devem ser descartados. A bioquímica e cosmetóloga Joyce Rodrigues sugere a aplicação dos produtos no corpo trinta minutos antes da exposição ao sol - para melhor absorção."Mas a cada três horas é recomendada a reaplicação do protetor", diz Selma. O intervalo deverá ser menor caso a pessoa entre em contato com a água ou transpire.   A dermatologista afirma que o ideal é que o Fator de Proteção Solar (FPS) dos produtos seja, no mínimo, 15. "Ele garante cerca de 94% de proteção aos raios UV", explica. Nenhum protetor ou bloqueador garante 100% de proteção a radiação."A diferença entre o fator 15 e o 30 é, aproximadamente, 3% a mais de raios interceptados", afirma Selma.   Outro fator que deve ser respeitado para um bronzeado saudável é o horário. A SBD sugere que os banhistas evitem o sol das 10h às 16h, pois a incidência de raios UVB é maior. "As ondas UVB têm comprimento menor e são mais cancerígenas".   A exposição solar é nociva para todas as pessoas, mas as duas profissionais recomendam "proteção extra" aos indivíduos dos fototipos I e II. "Pessoas de pele clara, sardas, cabelos claros ou ruivos e olhos claros", explica Selma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.