Jose Patricio/AE - 9/7/2010
Jose Patricio/AE - 9/7/2010

Bruno e Macarrão serão ouvidos nesta sexta-feira no Rio

Interrogatório vai abordar denúncia de Eliza feita em outubro de 2009, que acusava os réus de sequestro e tentativa de indução ao aborto

Julia Baptista, do estadão.com.br,

17 de setembro de 2010 | 09h43

SÃO PAULO - O goleiro Bruno Fernandes e o amigo dele, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, serão ouvidos a partir das 13 horas desta sexta-feira, 17, pelo juiz Marco José Mattos Couto da 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

 

Bruno e Macarrão serão ouvidos pelos crimes de sequestro e lesão corporal de Elisa Samudio, que acusou os dois réus de sequestro e tentativa de indução ao aborto, em outubro de 2009.

 

Serão ouvidas sete testemunhas de defesa dos denunciados: a presidente do Clube de Regatas do Flamengo, Patrícia Amorim; o diretor-executivo de futebol do clube, Arthur Antunes de Coimbra, o Zico; e os jogadores Leonardo da Silva Moura, Rodrigo Alvim, Paulo Victor Mileo Vidotti, Álvaro Luiz Maior de Aquino - todos do Flamengo - e Christian Chagas Tarouco, o Tite, do Vasco.

 

Também está prevista a exibição do vídeo referente à entrevista concedida pela vítima Elisa Silva Samúdio ao Jornal Extra, na porta da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher - DEAM. Em seguida, ocorrerá o interrogatório dos réus.

Tudo o que sabemos sobre:
RioCaso BrunoEliza SamudioMacarrão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.