Thomas Santos/AGIF
Thomas Santos/AGIF

Goleiro Bruno ficará em cela individual de presídio em Três Corações (MG)

No local, ele terá quatro refeições por dia; cadeia de Varginha, para onde o goleiro foi levado inicialmente, está superlotada

Rene Moreira, Especial para O Estado

27 Abril 2017 | 20h31

O goleiro Bruno Fernandes será levado de Varginha (MG) para a penitenciária de Três Corações (MG), também na região Sul de Minas. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado Administração Prisional (Seap) e seria por medida de segurança.

O presídio de Varginha, para onde ele foi levado após se apresentar na tarde desta quinta-feira, 27, está com superlotação e a infraestrutura não seria adequada. Em Três Corações, segundo a secretaria, Bruno ficará em cela individual com cama, pia e vaso sanitário. No local, terá quatro refeições por dia, sendo café da manhã, almoço, café da tarde e jantar. 

A defesa do goleiro, porém, vinha defendendo sua permanência em Varginha. Isso poderia ajudar o atleta a obter o benefício da semi-liberdade e vir a jogar novamente no Boa Esporte, clube da cidade ao qual está vinculado, mas que pode romper o contrato com sua prisão.

Após se apresentar na Delegacia Regional de Varginha, Bruno passou por exames com o médico legista e foi levado para o presídio de Varginha. Não foram informados a data e o horário de sua transferência para a penitenciária.


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.