Bruno volta a passar mal durante audiência em fórum de Contagem

Goleiro teve queda de pressão, mas já está bem; esta é a terceiro dia que o atleta tem indisposição

Fabiana Marchezi e Priscila Trindade, Central de Notícias

13 Outubro 2010 | 14h33

SÃO PAULO - O goleiro Bruno Fernandes Souza, suspeito do desaparecimento e já considerada morte de sua ex-amante Eliza Samudio, voltou a passar mal hoje no Tribunal de Justiça de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, onde acontece mais uma audiência sobre o caso. De acordo com a corte, o ex-jogador do Flamengo teve uma queda de pressão, mas já está bem.

Cerca de 15 pessoas devem ser ouvidas hoje. Acompanham a sessão, além de Bruno, a mulher dele, Dayanne Souza, a ex-noiva Fernanda Gomes de Castro, o primo Sérgio Rosa Sales, o amigo Luiz Henrique Romão, o Macarrão, e Marcos Aparecido dos Santos, o Bola.

Na última sexta-feira, o primo adolescente do goleiro negou, em audiência no mesmo fórum, todos os depoimentos prestados sobre o desaparecimento de Eliza. O jovem disse ter sido coagido pela polícia a dar a versão inicial. Ele havia confirmado e detalhado o assassinato da ex-amante de Bruno.

O menor está internado por período indeterminado em uma instituição para infratores por envolvimento no sequestro, cárcere privado e assassinato de Eliza.

Mais conteúdo sobre:
caso Bruno

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.