Buscas por bimotor que caiu na BA serão retomadas no domingo

Aeronave desapareceu com cinco ingleses a bordo quando se aproximava de Ilhéus, no litoral do Estado

Tiago Décimo, de O Estado de S. Paulo,

03 de maio de 2008 | 23h10

As buscas pelo bimotor da Aero Star - que desapareceu com seis pessoas a bordo no litoral sul da Bahia - devem ser retomadas às 6 horas deste domingo, 4. O avião levava cinco ingleses que haviam partido de Salvador com destino a Ilhéus. Estavam a bordo o presidente da empresa de investimentos turísticos Worldwide Destinations (WWD), Sean Woodhall, o representante da WWD no Brasil, Ricky Every, o presidente da empresa de gerenciamento Diamond Lifestyle Holdings, Alan Trevor Kempson, e o executivo da empresa Michael Hogess, todos ingleses - além do piloto Clóvis Revault de Figueiredo e Silva, de 61 anos, e o co-piloto Leandro Oliveira Veloso, de 34.  O bimotor Cessna C-310 de prefixo PT-JGX, da empresa de táxi aéreo Aero Star, desapareceu na noite de sexta-feira, 2, quando se aproximava para pouso em Ilhéus, a 458 quilômetros ao sul de Salvador. O avião havia decolado da capital baiana às 17 horas.  Equipes da PM, dos bombeiros e da Marinha realizaram buscas entre Ilhéus e Itacaré, um trecho de 70 quilômetros. Moradores disseram ter visto um avião voando baixo nas proximidades de Vila Paraíso e Ponta do Tulha, a cerca de 20 quilômetros de Ilhéus.  As buscas foram interrompidas às 18 horas de sábado, por causa da baixa visibilidade. O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos iniciou investigações. Segundo a gerente comercial da Aero Star, Ellen Duarte, o piloto fez o último contato com o Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, às 17h43. O clima era chuvoso, mas havia visibilidade, segundo a Infraero.

Tudo o que sabemos sobre:
bimotorqueda de avião

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.