Cabeçada derruba vereador

A Câmara Municipal de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba (PR), cassou o mandato do vereador Nelson Silva de Souza (PMDB), conhecido como Nelsão, por quebra de decoro parlamentar. Ele é acusado de ter dado uma cabeçada no rosto do vereador Wilson Andrade (PSB), dentro do plenário, logo após a sessão do dia 21 de março. O advogado do vereador cassado, Guilherme Gonçalves, disse que recorrerá da decisão.

Evandro Fadel, O Estado de S.Paulo

06 Agosto 2011 | 00h00

Em licença para tratamento de saúde, Nelsão, que obteve 3.820 votos nas eleições, a maior votação já conseguida por um vereador na cidade, não participou da sessão que decidiu pela cassação, realizada quarta-feira. O vereador agredido também não compareceu à sessão. A cabeçada e o tumulto que se seguiu foram filmados por um cinegrafista amador.

Segundo testemunhas, Nelsão teria feito acusações contra familiares de Andrade, que teria respondido com denúncias contra um assessor de imprensa do acusador. A agressão teria ocorrido depois da discussão. O vereador cassado nega que tenha agredido o colega. Ele sustenta que é alvo de perseguição, devido a denúncias que vinha fazendo contra a gestão da Câmara.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.