Reprodução - 28/08/2008
Reprodução - 28/08/2008

Cabelo 'palha' após o verão? Veja como tratar o visual

Hidratação é a palavra-chave dos cabeleireiros: primeiro uma intensa e depois o tratamento caseiro

Ítalo Reis, estadao.com.br

22 de fevereiro de 2010 | 19h01

Assim como a maioria das coisas em excesso, o sol é um quase inimigo dos cabelos no verão. Acompanhado com ele, vêm ainda o sal do mar e o cloro das piscinas, tão populares nessa época do ano. Mas com o fim da vida de veraneio, as mulheres se preocupam mesmo é com o efeito "palha" que as férias deixam nos cabelos e que não pode durar o ano inteiro. E o que fazer? Confira agora dicas dos cabeleireiros Marco Antonio de Biaggi, da MG Hair Design, e Junior Carvalho, da C.Kamura. E o segredo não é de grande mistério: hidratação.

Além dos trio citado acima, o uso de produtos químicos, como tinturas e alisantes, também colaboram para que os cabelos fiquem mais ressecados. "O sal também danifica por causa do formato quadrado das moléculas, que arranham o fio", afirma Carvalho. Por isso, antes de qualquer tratamento para melhorar o visual, Biaggi recomenda a limpeza profunda da raiz às pontas, pois os produtos usados para proteger e a água deixam os cabelos cheios de resíduos e outros detritos. "Para remover toda a sujeira é bom usar um xampu antirresíduo, uma vez por semana. Mas só uma vez por semana", alerta ele.

 

 Selo-Verao

 

Veja também:

link Reinado da chapinha chega ao fim na Bahia

 

 

Então vem a hidratação. Junior Carvalho diz que o melhor a fazer é o processo de cauterização a base de queratina, ou qualquer outro de hidratação pesada. "O calor facilita a entrada da proteína, que devolve o brilho do cabelo", explica. O tratamento é recomendado para todo tipo de fio. Depois disso, o tratamento pode ser feito em casa mesmo, com xampu, condicionador e cremes sem enxágue adequados para cada tipo de cabelo - este último, de preferência, com óleos. Há cada 15 dias um tratamento mais especifico no salão é outra dica dos cabeleireiros para manter a beleza.

 

Por último, dar uma aparada nas pontas renova a cara do cabelo e tira todo o efeito "palha". "Não é preciso mudar o visual, apenas remover o que não está bonito", diz Biaggi. Em caso de cabelos coloridos, é bom dar uma retocada na tintura para tirar o efeito "desbotado" ou "loiro de praia" provocado pelo sol e praia.

 

Antes

 

Para evitar o efeito provocado pelos "inimigos" do cabelo, Biaggi receita o básico: protetor solar, de preferência em gel, e não parar de hidratar o cabelo. Carvalho vai além e dá uma dica um pouco inusitada: água de coco. "As proteínas encontradas na água hidratam os fios e dão brilho", afirma. E como no verão o que não faltam nas praias são cocos, não há desculpa para não usar.

 

Tendências

 

E já que é para mexer nas mechas, por que não entrar no que vai ser moda na próxima estação? Segundo os dois cabeleireiros, as madeixas deixarão de chamar atenção. "A mulher brasileira adora pintar o cabelo, mesmo que não tenha fios brancos para cobrir. Entre 20 e 35 anos, mais ou menos, elas sempre mudam de cor, ela querem mudar de cor", diz Biaggi.

 

Tanto ele quanto Carvalho afirmam que as cores serão mais firmes e discretas no outono-inverno. O corte será na altura dos ombros, nem muito longo nem muito curto, e reto. A intenção é fazer o rosto ganhar destaque. "As cores serão mais intensas na maquiagem e mais discretas nos cabelos", diz Carvalho.

 

Tons marrons estarão em alta, com destaques para diferentes tonalidades, que podem ser usadas em mechas, que dão um diferencial ao cabelo. Os loiros terão tonalidades puxadas para o caramelo, bege, dourado e acinzentado. Mulheres com a pele mais morena terão os tons vinhos e acobreados como opção.

Tudo o que sabemos sobre:
Verão 2010cabelostinturapraia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.