Cabo da PM é suspeito de matar amante e filha no centro de BH

Terceira vítima, uma menina de 15 anos, continua internada em estado grave no Hospital Risoleta Tolentino Neves

11 Junho 2012 | 12h33

Um cabo da Polícia Militar é suspeito de ter assassinado a amante e uma filha na noite do último domingo, 10, no centro de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu na Rua Hungria, em Granjas Primavera, no município de Ribeirão das Neves.

Uma denúncia anônima informou os agentes militares de que disparos de arma de fogo foram ouvidos na região do crime. Quando os policiais chegaram na residência, informa a PM, três vítimas foram encontradas, entre elas Rosângela Alves Ferreira, de 40 anos, e uma jovem, de 13. As duas morreram e a terceira pessoa ferida, uma menina de 15 anos, continua internada em estado grave no Hospital Risoleta Tolentino Neves.

De acordo com a Polícia Militar, o caso foi registrado na delegacia de Ribeirão das Neves. A perícia técnica foi feita no local e o autor dos disparos não foi encontrado. Os agentes militares suspeitam do cabo Marco Antônio Alves Lima, de 45 anos.

Marco Antônio é pai das duas jovens baleadas e amante de Rosângela, de acordo com informações do boletim de ocorrências. A polícia militar continua buscando o homem que já tem um procedimento administrativo disciplinar instaurado contra ele, ou seja, se Marco Antônio for comprovado como autor dos disparos, ele será excluído da Polícia Militar.

Mais conteúdo sobre:
Homicídio PM Belo Horizonte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.