Cabral oferece reforço à PF para estada de Beira-Mar no RJ

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), informou nesta sexta-feira, 2, que orientou o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, para que disponibilize à Polícia Federal a estrutura do Estado para a passagem do criminoso Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar pela cidade, nos próximos dias.O traficante condenado vai ao Rio participar de uma audiência na segunda-feira, 5, como réu. Cabral informou que ainda nesta sexta-feira, 100 policiais serão deslocados para o 9º Batalhão da Polícia Militar, em Madureira, na zona norte do Rio. Ele lembrou que naquela região morreu o menino João Hélio, arrastado por quatro bairros no carro da mãe dele roubado por bandidos, entre eles um menor de idade.Beira-Mar saiu na quinta-feira, 1º, do presídio de segurança máxima de Catanduvas, no Paraná, onde cumpre pena, e foi transportado em um avião especial, sob a vigilância de vários policiais federais para o Espírito Santo, onde deve acompanhar o depoimento de testemunhas de acusação contra ele, em um processo que corre sob segredo de Justiça.Fernandinho Beira-Mar é considerado um dos maiores traficantes de armas e drogas da América Latina, tanto que foi o primeiro preso a ser transferido para o recém-inaugurado presídio federal de Catanduvas. Ele foi preso em 2001, na Colômbia, onde estava foragido sob a proteção das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.