Caçador é preso com tatu congelado em Sorocaba

A Polícia Ambiental de Sorocaba prendeu na noite de domingo o caçador Laurindo José dos Santos, de 46 anos, com dezenas depássaros da flora silvestre acondicionados em viveiros em sua casa, no Jardim São Mateus, periferia da cidade. Os policiais encontraram também um tatu congelado no freezer da residência. Santos negou que tivesse caçado o animal, alegando que o recebera de presente. Foram apreendidas três armas de caça, armadilhas e munição. As aves, entre elas sabiás, gralhas e coleirinhas, seriam avaliadas por um biólogo para possível soltura. Levado ao plantão policial, Santos pagou R$ 300 mil de fiança e vai responder em liberdade a processos por crime ambiental e porte ilegal de arma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.