Cada vez há mais carros quebrados pelas ruas

A quantidade de automóveis, ônibus e caminhões quebrados nas ruas da capital vem crescendo mensalmente, segundo dados da CET. Somente em maio foram registradas 14.537 ocorrências de veículos quebrados nas vias da cidade. Foram 10.489 automóveis, 1.330 ônibus e 2.718 caminhões que pararam de funcionar em meio ao tráfego. O total de ocorrências de veículos quebrados, na média dos cinco primeiros meses de 2009 - 12.743 - já supera a média de todos os 12 meses do ano passado juntos - 11.475 - e também a média de 2007 inteiro: 9.693. Desde janeiro esses dados só cresceram. Esse problema é potencializado ao se medir o tempo de remoção de cada veículo. Num dia útil, uma equipe da CET demora em média 18,5 minutos para se deslocar até o ponto da ocorrência e outros 10,55 minutos para fazer a remoção de um automóvel. Para remover ônibus, o tempo de deslocamento é menor - 16,6 minutos, mas a remoção demora outros 34,4 minutos. Já a retirada de um caminhão quebrado leva 26,6 minutos, com um tempo de deslocamento até o local de 27,3 minutos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.