Cães da raça pitbull atacam aposentado em Cotia

Três cães de guarda da raça pitbull escaparam hoje da casa da relações públicas Tatiana Dias Ribas Antunes e investiram contra várias moradores do bairro Recanto Verde, no município de Cotia, na Grande São Paulo. O bairro, onde predominam condomínios e chácaras de recreio, tem acesso no quilômetro 39 da Rodovia Raposo Tavares. A dona dos animais disse que alguém serrou o cadeado e deixou o portão aberto durante a noite. Ao ganharem a rua, os cães investiram contra os passantes. O aposentado Oscarlino da Silva, de 60 anos, não conseguiu escapar do ataque. Ele foi derrubado, arrastado e mordido pelos animais. Moradores da rua conseguiram espantar os cães e chamaram a viatura de resgate do Corpo de Bombeiros. Com ferimentos nas pernas, braços e cabeça, Silva foi levado ao hospital de Cotia, que está em greve, e à unidade básica do Atalaia, onde recebeu os primeiros socorros. Transferido para o Hospital Sanatorinho, de Itapevi, está fora de perigo. A caçada aos cães pitbull mobilizou, além dos bombeiros, a Polícia Militar, a Guarda Civil, o Serviço de Controle de Zoonoses da prefeitura e policiais civis, inclusive o delegado do município, José Aparecido Sanches Severo. O cerco durou mais de quatro horas, mas apenas um dos cães, uma fêmea ainda filhote, foi apanhado com vida. Os outros foram localizados a dois quilômetros do local, mas investiram contra os policiais militares e foram mortos a tiros. "Se os policiais não atirassem, com certeza seriam mordidos", disse o delegado. Ele confirmou a informação da proprietária de que o cadeado do portão foi serrado. Tatiana trabalha em São Paulo e, em razão das chuvas de ontem, não passou a noite na casa. "Provavelmente os ladrões tentaram se aproveitar da ausência e serraram o portão, não consumando o roubo ao se depararem com os pitbulls", disse o delegado. Ele abriu inquérito contra a dona dos cães por lesões corporais culposas e omissão de cautela na guarda de animal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.