Cães farejadores vão ajudar a Força Nacional no Rio

Cerca de 40 cães farejadores serão trazidos ao Rio de Janeiro para ajudar os homens da Força Nacional de Segurança Pública que patrulham as divisas do estado. Um grupo de 500 homens da unidade de elite do Ministério da Justiça está no Rio, e parte deles já está atuando, desde sexta-feira, 19, na Operação Divisa Integrada, de combate ao tráfico de drogas e de armas.O envio dos cães para auxiliar na operação será feito pela Secretaria Nacional de Segurança (Senasp) e foi anunciado nesta segunda-feira, 22, durante a segunda reunião do Gabinete de Gestão Integrada de Segurança do Rio, que reúne representantes das Forças Armadas, do Ministério da Justiça, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Receita Federal, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), do governo do estado, da Justiça e do Ministério Público, além da Prefeitura do Rio.Na reunião, o secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame, pediu que o Exército emprestasse um helicóptero para transporte de soldados da Polícia Militar da capital para a Baixada Fluminense e o interior do estado.A Guarda Municipal do Rio, que participou da reunião, também anunciou que a Câmara dos Vereadores aprovou a lei que permitirá à Prefeitura do Rio ajudar financeiramente o Estado na remuneração dos policiais. Agora, o município poderá complementar o salário da Polícia Civil e Militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.