Cai para 10 número de presídios rebelados

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo Marco Vinicio Petrelluzzi, o número de penitenciárias rebeladas no Estado caiu de 19 para 10. Entre as que seguem rebeladas estão a Casa de Detenção, a Penitenciária do Estado, o Centro de Detenção Provisória do Belém e o presídio Adriano Marrei, em Guarulhos. Ele não soube precisar o número de reféns, nem o número de mortos. Confirmou apenas que há presos que foram assassinados pelos colegas. De acordo com a assessoria da Secretaria de Assuntos Penitenciários, já estão confirmados pelo menos cinco mortos e três feridos no Complexo Penitenciário do Carandiru.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.