Câmara aprova na 1ª votação, mas debate Faria Lima

A bancada do PSDB, a maior da Câmara Municipal, com 13 vereadores, vai propor em um projeto substitutivo que a Avenida Faria Lima, assim como a Luís Carlos Berrini, seja excluída da ZMRF. O projeto do Executivo que define a proibição aos fretados em 70 quilômetros quadrados do centro expandido da capital paulista foi aprovado ontem em primeira votação, sem mudanças. Só a bancada do PT, com 11 vereadores, votou contra o projeto.Apesar da oposição isolada dos petistas, a votação final do projeto deve opor agora vereadores ligados às viações de ônibus, favoráveis à restrição, e parlamentares governistas que defendem a flexibilização das regras. Os tucanos devem propor um substitutivo na subcomissão criada para discutir o assunto. O embate deve ser com líderes do "centrão", que vão defender o projeto do governo. Ontem, o Tribunal de Justiça adiou a análise de um recurso contra a restrição do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros por Fretamento e para Turismo (Transfretur). Enquanto isso, a Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa aprovou a convocação do secretário de Transportes, Alexandre de Moraes, para prestar esclarecimentos sobre a portaria restritiva, no dia 20.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.