Câmara aprova projeto de lei que veta publicidade externa e outdoors em SP

A Câmara Municipal aprovou na tarde desta terça-feira, 26, em votação definitiva, o projeto de lei que veta publicidade externa e outdoors na cidade de São Paulo, batizado pela Prefeitura de Cidade Limpa. Foram 45 votos a favor e 1 contra. O texto proíbe, a partir de 1º de janeiro, todo tipo de publicidade externa, como outdoors, painéis eletrônicos e em fachadas de prédios.O prefeito Gilberto Kassab (PFL) também conseguiu aprovar a proibição dos anúncios publicitários em táxis, ônibus e bicicletas. Ele tem até 30 dias para sancionar a lei.A publicidade externa em São Paulo passará a ser veiculada em espaços no mobiliário urbano, que são abrigos de ônibus, relógios públicos e placas de rua. Mas isso só poderá ocorrer depois da aprovação de outro projeto de lei, que o prefeito deve enviar à Câmara. Essa medida não tem prazo para ocorrer.As empresas de publicidade estimam que existem em São Paulo 13 mil outdoors, dos quais 8 mil estavam em situação irregular e 5 mil atendias as normais vigentes. A multa para quem descumprir a legislação sobe de R$ 1 mil para R$ 10 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.