Câmara aprova reembolso de inspeção veicular em SP

O projeto do Executivo municipal de São Paulo que concede o reembolso dos R$ 52,89 pagos pela inspeção veicular foi aprovado ontem em segunda votação na Câmara Municipal e agora deve ser sancionado e regulamentado pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM). O programa avalia a emissão de poluentes por veículos a diesel na frota registrada na capital. Os infratores estão sujeitos a multa de 300 Ufirs (equivalente a cerca de R$ 300), além de serem impedidos de licenciar o veículo no ano seguinte. Até o fim do ano, deve começar a inspeção em veículos movidos a outros tipos de combustível. Toda a frota a diesel começará a ser inspecionada no próximo dia 2 de maio. Em 2009, o programa será ampliado a todos os veículos licenciados em São Paulo. A Prefeitura ainda estuda como será regulamentado o reembolso. O desconto do dinheiro pago pela inspeção poderá ser abatido, por exemplo, do IPTU, estuda o governo municipal.Com a inspeção veicular, a Prefeitura pretende reduzir a poluição. A Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente informou, em reportagem publicada em 13 de março, que, em julho, serão convocados os automóveis movidos a álcool, gasolina ou gás que já foram identificados por poluir em excesso. Desde novembro de 2007, um sensor circula por pontos estratégicos e detecta os poluidores. A cada semana, uma van fica estacionada em uma rua e realiza a medição, com os veículos em movimento. Por dia, são feitas de 2 mil a 3 mil medições. Os motoristas flagrados serão avisados por carta sobre a necessidade de marcar a inspeção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.